dezembro 2020


dezembro 2020

ANO ENCERRA COM O MENOR PERCENTUAL DE NOVAS INCLUSÕES NO CADASTRO DE INADIMPLENTES

O número de consumidores que tiveram seu nome negativado é o menor desta série histórica, reflexo na queda das vendas também significando uma base maior de clientes com capacidade de tomar crédito.

 

O indicador do Sistema de Proteção ao Crédito da Associação Comercial e Industrial de Londrina – ACIL, trabalha com dois grupos de consumidores: a) entrantes (restrição ao crédito) - aqueles que deixaram de pagar alguma conta e tiveram o nome incluído no cadastro de consumidores inadimplentes, e b) saintes (recuperação de crédito) - aqueles que estavam com o nome no cadastro de ‘restrição ao crédito’, mas negociaram suas dívidas e limparam o nome.

Os dados do mês de dezembro continuam mostrando forte queda na quantidade de consumidores que tiveram seu nome incluído no cadastro de maus pagadores. Foram 22% menos pessoas negativadas em relação ao mesmo mês do ano passado. O ano terminou com 36% menos consumidores incluídos no cadastro de restrição de crédito, situação inédita nos últimos 5 anos.

Se, de um lado, esta queda é resultado de menor venda a crédito no varejo em função do ano atípico em decorrência da COVID-19, por outro lado significa que a cidade de Londrina conta com uma base de clientes com potencial de tomar crédito significativamente maior que em outros momentos.

Esta base somente não é mais larga ainda em razão da situação econômica do consumidor que não conseguiu limpar seu nome na mesma proporção que em anos anteriores. No mês de dezembro foram 32% menos clientes que conseguiram quitar dívidas atrasadas e no total do ano foram 31% menos consumidores que conseguiram sair do cadastro de restrição de crédito.

De qualquer forma, a recuperação dos postos de trabalho formal, os juros baixos e a retomada do otimismo das famílias apontam para uma recuperação do mercado varejista nos próximos meses.