28 de junho de 2021


28 de junho de 2021

28-06-2021_-_ECONOMIA_PARA_TODOS

Olá meus caros. Luiz Carlos Mendonça de Barros, engenheiro e economista, em artigo de duas semanas atrás no Valor Econômico encabeça seu raciocínio com o título ‘Nunca tantos erraram tanto suas previsões’ em referência às projeções feitas pelos economistas em relação a indicadores como dívida pública, inflação, crescimento do PIB e taxa de câmbio.

Quem se propõe a analisar dados econômicos e projetar o futuro está sempre sujeito a cometer erros pois são muitas as variáveis que podem interferir e que muitas vezes não conseguimos levar em conta. Mas alguns dados aqui da cidade de Londrina, me fazem crer fortemente que deixamos para traz o momento mais conturbado de nossa economia e caminhamos para um crescimento que pode ser muito consistente especialmente com os dados levantados na indústria e que comento nesta coluna de hoje.

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) é um índice que mede o nível de atividade da indústria mostrando a porcentagem da planta industrial está trabalhando. A proporção utilizada da capacidade produtiva em determinado momento é um sinalizador em relação às potencialidades e possíveis pontos de estrangulamento no desempenho futuro da economia e as tomadas de decisões de política empresarial e econômica precisam estar amparadas neste conhecimento.

Aqui em Londrina, esta pesquisa é realizada mensalmente pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas Aplicadas – NuPEA, em parceria com o SIDIMETAL – Norte.

A pesquisa mensal do Nível de Utilização da Capacidade Instalada – NUCI, trouxe que o mês de maio a Industria local esteve com uma média de ocupação de sua planta em 86%.

Agora veja, quando analisado o período de janeiro a maio, este indicador  ficou com nível de ocupação média de 84,2%, maior média já alcançada para um período de 5 meses, desde que a pesquisa teve início em 2017.

Em âmbito nacional, também se observa a mesma tendência de recuperação com um Nivel de utilização da capacidade instalada  de 70% em maio e média desde janeiro de 68,8%, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Industria - CNI.

Tais dados são convergentes com a retomada do emprego na indústria que totalizou a geração de 762 postos de trabalho com carteira assinada entre janeiro e abril com saldos positivos em todos os meses.

Diante deste cenário, a pesquisa junto a indústria local fez a consulta quanto a pretensão de novos investimentos na produção para os próximos 6 meses e obteve como resposta que 68% das empresas vão implementar sua capacidade produtiva no período.

Das empresas que declararam tal intenção, 54% pretendem ampliar a capacidade produtiva em até 10%, 38% entre 10% e 40% e 7% pretendem ampliar sua planta produtiva em patamar acima dos 40%. Na média, o incremento pretendido é de 16% para os próximos 6 meses.

É importante lembrar que, quando a indústria mostra sinais claros de reação, esta tendência se propaga para os demais setores, especialmente para Comércio e Serviços.

Então, agora é o momento de todos os setores reforçarem seu processo de planejamento para implementar sua capacidade de entrega e não se deixar ser pego sem ter feito o trabalho de casa. Isso vale para todos aqueles que estão fora do mercado de trabalho também. O momento é absolutamente oportuno para se preparar e buscar qualificação para esta guinada que está cada vez mais próxima.

No jargão futebolístico agora é a hora de fazer a transição da defesa para o ataque. Mas a jogada precisa ser planejada e construída no meio do campo, e o meio de campo é agora.

 

Pensa nisso, Nos vemos na próxima coluna e até lá, se cuida