22 e novembro de 2021

22-11-2021_-_ECONOMIA_PARA_TODOS

Olá meus caros.  O prêmio Nobel de economia de 2021, revelado no mês passado, foi dividido entre três economistas agraciados por suas pesquisas no campo da economia do trabalho, e por suas contribuições para a análise das relações causais.

Vale lembrar que os prêmios Nobel nasceram da vontade do industrial sueco Alfred Nobel que morreu em 1896 aos 63 anos, conhecido também por ter inventado a dinamite, de deixar grande parte de sua fortuna aos que trabalham por ‘um mundo melhor’.

Originalmente a condecoração era atribuída para avanços na Medicina, Física, Química, Literatura e Paz. O prêmio de Economia foi criado em 1968 e concedido pela primeira vez em 1969.

A Academia Real das Ciências da Suécia, em 11 de outubro anunciou como vencedores do Nobel de economia o canadense David Card ( Universidade de Berkeley, nos EUA), o americano Joshua  Angrist (MIT, também nos EUA) e o holandês Guido Imbens (Universidade de Stanford, também nos EUA)

Metade dos R$ 6,3 milhões do prêmio ficou com o primeiro e a outra metade, dividida entre os dois outros. Vale a pena entender qual a contribuição que eles deram para o desenvolvimento e o entendimento das ciências econômicas. 

Os pesquisadores foram premiados pelo uso de experimentos naturais (situações da vida real para calcular seus impactos no mundo) para entender as relações de causa e efeito em áreas como mercado de trabalho e educação.

Onde está a importância destes estudos? Várias ciências se valem de pesquisas de laboratório como é o caso de testes de novos remédios onde o pesquisador separa aleatoriamente dois grupos de pessoas onde um recebe placebo e outro o medicamento. Se a reação for diferente entre os grupos, é possível apontar um efeito causado pelo medicamento.

Mas laboratório não é opção nas ciências sociais.Ao contrário da medicina ou de outras ciências, os economistas não podem conduzir estudos de forma controlada ou em laboratórios. Em vez disso, precisam valer-se de situações da vida real para estudar os impactos no mundo – são os chamados Experimentos Naturais.

Com suas pesquisas estes economistas revolucionaram a compreensão empírica nas ciências sociais e melhoraram significativamente a capacidade da comunidade de pesquisa de responder a perguntas de grande importância.

O professor David Card por exemplo, demonstrou que o aumento do salário-mínimo não leva necessariamente à redução de empregos e que a renda das pessoas que nasceram em um país pode ser melhor do que dos imigrantes que tiveram de sair de seu país para outro.

Já as pesquisas dos professores Angrist e Imbens trouxeram melhor entendimento sobre o efeito de um ano a mais na escola para os estudantes. Eles concluíram que um ano adicional de estudo aumentava em média o salário em 9% e que os americanos nascidos no último semestre do ano tinham melhores estudos.

Mas, mais relevante do que as respostas obtidas em suas pesquisas, foi a forma de obtê-las. O que os consagrou foi encontrar relações de causas e efeito sem experimentos controlados e sim a partir de experimentação natural. Tal proposta metodológica se estende a toda uma gama de estudos nas ciências sociais. 


E isso merece um Nobel.

Pensa nisso. Nos vemos na próxima coluna e até lá, se cuida.