29 de março de 2021


Com comprimento de quatro campos de futebol, e um de largura, pesando 200 mil toneladas, o porta-contêineres Ever Given, empurrado por fortes rajadas de vento está encalhado no canal de Suez desde a última terça-feira (23).

Partindo do porto chinês de Yantián com destino ao porto de Roterdã, na Holanda, o navio está atravessado no canal impedindo qualquer possibilidade de tráfego.

A maioria de nós vê a notícia com curiosidade, mas talvez não entenda as implicações disso na nossa vida, já tão afetada pela COVID-19.

     

Um canal de navegação, ...

Um canal artificial de navegação é uma passagem construída pelo homem utilizada por embarcações para atravessar uma determinada área continental. Entre os mais famosos estão o Canal de Suez, o Canal do Panamá e o Canal de Quiel.

... recordista em extensão, ...

O Canal de Suez tem hoje 195 km de extensão – é o mais longo do mundo, 24 metros de profundidade e 205 metros de largura, permite que navios na rota entre Europa  e Ásia evitem ter que dar a volta pelo Cabo da Boa Esperança, na África.

... que traz economia e rapidez...

Controlado pelo Egito,  foi inaugurado em 1869, criando a passagem entre o Mar Mediterrâneo (Oceano Atlântico) e Mar Vermelho (Oceano Índico), economizando cerca de 8,9 mil Km e reduzindo em pelo menos 20 dias o tempo de navegação entre os dois pontos.

... e é rota de 12% do comercio global.

Em 2020, passaram pela via quase 19 mil navios, com uma tonelagem líquida de 1,17 bilhão de toneladas, o que significa uma média de 51,5 navios por dia e corresponde a 12% do volume do comércio mundial.

Agora bloqueada ...

Impedidos de passar, dezenas de embarcações, incluindo diversos petroleiros, estão agora esperando em ambos os lados do canal, justamente em um momento em que a logística global sofre com fechamento de portos, atrasos na liberação das cargas e consequente falta de navios e equipamentos.

... vai aumentar custos ...

O bloqueio pode custar ao comércio global de 6 a 10 bilhões de dólares por semana (R$ 34,5 a 57,5 bi – compare o valor  ao auxílio emergencial definido em R$ 44 bi),  afetando especialmente a Europa, mas nos atinge também.

... e piorar nossa situação.   

Ao menos 21% de toda a carga brasileira de contêineres refrigerados, que levam nossa carne para o Oriente Médio passam pelo Canal de Suez e o bloqueio afetará as empresas exportadoras, no momento que mais precisamos de geração de empregos.

..., com importados mais caros ...

Mas, mais que isso, os fretes em geral devem disparar devido a redução na disponibilidade de navios e o preço do petróleo já subiu 4% desde terça-feira em função da perspectiva de represamentos na entrega.

... e atrasos nas encomendas.

Some-se a isso o atraso no fornecimento de peças vindas da Ásia para a indústria brasileira.

Piora projeção da inflação.

No momento em que o Banco Central precisou intervir na taxa básica de juros para impedir uma disparada na inflação, este bloqueio, que certamente vai pressionar ainda mais os preços, realmente não veio em boa hora.

Informações apontam para a possibilidade de desencalhar o Even Given até a quarta-feira (31).

Torçamos.

 

Dr. Marcos J. G. Rambalducci, Economista, é Professor da UTFPR. Escreve às segundas-feiras.