03 de agosto de 2020


Os dados do CAGED – Cadastro de Empregados e Desempregados, divulgados na última terça feira (28/07), mostra uma redução sensível nas demissões ocorridas em Londrina no mês de junho e no total das 5 principais cidades da RML o saldo ficou positivo em 478 novos postos de trabalho.

Mas um questionamento é natural. Por que das 5 cidades, Londrina foi a única a fechar com saldos negativos?  

Um setor industrial mais presente nestas cidades e a constatação de que os efeitos negativos da pandemia sobre empresas de serviços e comércio foi maior, ajudam a entender estes números.  

Impacto sobre as pequenas ...

Segundo dados nacionais do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, (16/07), mais de 700 mil empresas fecharam as portas em definitivo na pandemia até a primeira quinzena de junho, sendo 99,8% delas de pequeno porte (até 49 funcionários). 

... e de comercio e serviços.

Além de atingir fundamentalmente as pequenas e micro empresas, as que foram mais impactadas atuavam no setor de serviços e comércio, que representaram 83,2% de todas as empresas fechadas. 

Nossa matriz produtiva...

Micro e pequenas empresas de comércio e serviços foram as mais impactadas e justamente elas representam 58,7% de tudo o que produzimos em Londrina, contra apenas 15,5% provenientes da Industria. Estes percentuais excluem impostos.

... diferente das demais.

Já, nas outras 4 cidades de maior expressão econômica na RML, a Industria participa com 20,1% em Cambé, 20,3% em Ibiporã, 32,6% para Arapongas e 33,5% para Rolândia.

Simples coincidência?

Um olhar sobre os indicadores da evolução do emprego nas cinco cidades mostra que no mês de junho somente Londrina ainda apresentou saldo negativo no resultado de empregos formais.

Não parece.

Enquanto Londrina fechou 409 postos de trabalho com carteira assinada, Ibiporã abriu 6 postos de trabalho, Rolândia 103, Cambé 185 e Arapongas 593 novos postos de trabalho em relação ao mês anterior.

E quando a indústria vai bem...

É interessante notar que quando a Industria entra em uma dinâmica positiva, ela gera renda e cria empregos reativando todo o restante da cadeia produtiva.

..., traz dinheiro de fora ...

Comércio e serviços são ótimos para democratizar a renda, na medida que cumprem seu papel de fazer o dinheiro circular. Já a indústria é ótima em colocar dinheiro novo na economia, uma vez que grande parte de sua produção é destinada para fora.

... e alavanca os demais.

Empregos e renda gerados na indústria são o fator chave para estimular os setores do Comércio e de Serviços.

Explicado.

É exatamente por isso que vemos os saldos positivos de geração de emprego em praticamente todos os demais setores da economia destas cidades enquanto Londrina amarga números negativos em quase todos eles.

Fé em Deus ... e um empurrão na Industria.

Londrina terminou o primeiro semestre do ano com 5.585 postos de trabalho formal a menos. Tenho certeza que a Industria de Londrina vai ajudar a superar estes números, mas precisamos continuar a canalizar esforços para torná-la mais presente na formação do PIB de nossa cidade.